Arte Egípcia

. sexta-feira, 11 de Novembro de 2011



Agora já sabes responder:
1. Identifica os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios (resposta do Luís Toste, nº 22 do 7º 2ª).
Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram a mastaba que era um bloco rectangular de "lama seca" que por baixo era escavado o poço de acesso e mais abaixo a câmara funerária que continha o sarcófago(caixa feita de madeira que tinha as dimensões de um humano que era o faraó).
A pirâmide de degraus que é uma sobreposição de mastabas, a estrutura é toda em pedra e tinha um poço de acesso e a câmara funerária debaixo dos blocos.
A pirâmide de faces lisas tinha dois poços de acesso um na parte de cima da pirâmide que ia dar acesso a câmara onde o faraó jazia e outra mais abaixo onde a rainha príncipes e pessoas da corte jaziam.
E os hipogeus que eram cavados em montanhas e eram feitos para a corte e família do faraó.


2. Indica as dimensões das pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos (resposta do Afonso Venes Rocha, nº 18 do 7º 2ª).
Construídas há cerca de 4500 anos, aproximadamente entre 2650 e 2550 a.C., as pirâmides de Gisé foram feitas para três reis da IV dinastia do Egipto: Quéops, Quéfren e Miquerinos, que eram respectivamente pai, filho e neto.
A Pirâmide de Quéops, conhecida como a Grande Pirâmide, é o monumento mais pesado que já foi construído pelo homem. A sua altura original era de 146 m. de altura Cada lado da base quadrada tinha cerca de 230 m. de comprimento
A altura original da pirâmide de Quéfren era de 143,5 m., tendo cada lado da sua base quadrada 215 m. de comprimento.
A pirâmide de Miquerinos é a mais pequena das três pirâmides em termos de tamanho, pois tem apenas 66,5 m. de altura, e cada lado da sua base quadrada mede 108.5 m. de comprimento.


3. Caracteriza a pintura egípcia (resposta do Pedro Esteves, nº 26 do 7º 2ª).
Nas pinturas decorativas das paredes dos túmulos encontram-se,essencialmente,episódios da via quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto,no mundo dos mortos,uma existência semelhante à vida terrena.A representação da figura humana obedecia a uma lei chamada a lei da frontalidade e também ainda à lei da hierarquia.A lei da frontalidade era a lei que obrigava os egípcios a desenhar as figuras de frente e de perfil.A lei da hierarquia obrigava os egípcios a representar as figuras de diferentes escalas(as figuras mais importantes eram representadas com um tamanho maior).

4. Caracteriza a escultura egípcia (resposta do João Lameiras, nº 10 do 7º 8ª).
A escultura também obedecia à lei da frontalidade e à lei da hierarquia. Os matérias utilizados eram pedra ou madeira. Quando a figura era representada de pé, a ideia de movimento era representada pelo avanço de uma das pernas. As estátuas das classes inferiores eram representadas com algum realismo, enquanto o faraó era representado de forma idealizado, pois sendo um rei-deus as suas imperfeições humanas eram ignoradas.




50 comentários:

Alexandre Aires Duarte disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios
foram as Mastabas, as Pirâmides (de degraus e de faces lisas) e os Hipogeus.

2-Pirâmide de Quéops-é a mais alta das 3 e mede 146 metros;
Pirâmide de Quéfren-é a pirâmide de tamanho intermédio;
Pirâmide de Miquerinos-é a mais baixa das 3 e mede 65,5 metros.

3-A pintura egípcia consistia na lei da frontalidade, em que o olho e o tronco aparecem de frente e o rosto, as pernas e os pés aparecem de perfil e na lei da hierarquia em que as figuras mais importantes são representadas em maiores dimensões.Os temas são de cenas do quotidiano e cenas religiosas.

4-As esculturas egípcias são estátuas ou estatuetas de pedra ou madeira que representam o Faraó de forma idealizada, mantém-se a lei da frontalidade.

Alexandre Duarte
Nº1 7º9ª

David Matos 7º8 disse...

1- Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios são :
nastabas , pirâmides de degraus , pirâmides lisa e hipogeu .

2-


3-A pintura egípcia é caracterizada por lei da frontalidade , lei da heraquia .


4-A escultura egípcia e caracterizada por lei da frontalidade , o faraó era representado de forma lealizada e os materiais utilizados são: pedra e madeira .

Mariana Melo nº17 7º8ª disse...

1-O tipo de túmulo que foi desenvolvido pelos egípcios foi:Mastabas.
2-As dimensões das pirâmides eram:
Quéops - é a pirâmide mais alta que mede 146 metros, o equivalente a um prédio de 50 andares.
Quéfren - mede 143 metros de altura.
Miquerinos - é a pirâmide mais baixa das três que mede 65,5 metros de altura.
3-Na pintura egípcia encontram-se, essencialmente, episódios de vida quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto, no mundo dos mortos, uma existencia semelhante à vida terrena.
A representação da figura humana obdecia(com raras excepções)a normas convencionais, como a chamada lei da frontalidade.
Os artistas egípcios procuravam representar a figura humana o mais completa possível, conjugando elementos de frente e de perfil, para mostrar os seus traços mais característicos.
Assim, o rosto, de perfil, é completado por um olho visto da frente, pelos ombros rigorosamente iguais vistos da frente e pelas pernas e pés de perfil.
O tamanho das figuras representadas correspondia à sua posição na sociedade, por isso, o faraó era sempre representado com dimensões maiores que qualquer outra personagem, para evidenciar a sua superoridade.
4-A escultura do Antigo Egipto foi demarcada na antiguidade sobretudo pela escultura de grandes dimensões associada à arquitectura, pelo relevo descritivo (hieróglifos), pelo busto e pela estatuária de pequenas dimensões onde dominam não só as representações de deuses e faraós, como também de animais. Também a joalheria oferece exemplares de grande qualidade, assim como os objectos do quotidiano e mobiliário.
As características da arte egípcia vão se refletir na produção das esculturas, fazendo com que, ao longo de aproximadamente 3000 anos, elas pouco se alterem.

Rodrigo Narciso nº24 7º 8ª disse...

1-Foram desenvolvidas as Mastabas, a Pirâmides de degraus e pirâmides lisas e os Hipogeus.

2-58 metros de altura

3-A pintura Egípcia utiliza a Lei da Frontalidade e a lei da Hierarquia, tem como temas as cenas da vida do quotidiano e cenas religiosas.

4-A escultura Egípcia mantém a Lei da Frontalidade, o Faraó era representado de forma idealizada e utilizava-se madeira e pedra.

Matilde Mendes disse...

1. Foram desenvolvidos 3 tipos de túmulos: a mastaba, as pirâmides e o hipogeu.

2. Quéops- 146,60 metros;
Quéfren- 143 metros;
Miquerinos- 66,44 metros.

3. A pintura egípcia tinha a lei da frontalidade (partes do corpo que ficavam viradas para a frente; olho e tronco; e partes do corpo que ficavam de perfil; rosto, pernas e pés;, a lei da hierarquia ( as figuras mais importantes eram as maiores)e tinha dois temas ( as cenas do quotidiano e as cenas religiosas).

4. A escultura egípcia mantinha a lei da frontalidade e o Faraó, como era a figura mais importante, era representado sem defeitos, o que quer dizer que era representado de forma ideal.

Anónimo disse...

1 - O tumulos desenvovidos foram: as mastabas;pirâmides de degraus e pirâmides de faces lisa.

2- A pirâmide de Queóps mede 146m; A pirâmide de Miquerinos mede 65,5m e a pirâmide de Quéfren mede 143m.

3-Os egipcios procuravam representar a figura de frente(olho e tronco) de perfil(rosto,pernas e pés)

3-os egipcios produziam grande numéro de estátuas e estatuetas de pedra ou madeira.Com o tronco de frente;com braços caídos e ao longo do corpo e mãos fechadas


ASS: Danilo Tavares 7º8

Melanie Chantre 7º8ª Nº18 disse...

1. Os tipos de túmulos são as Mastabas, as Pirâmides que são as Pirâmides de degraus e Pirâmides de faces lisas, e os Hipogeus.
2.
3. A pintura egípcia continua com a lei da frontalidade, na pintura egípcia tem a pintura de perfil que e a pintura nas pernas, nos pés e no rosto e tem a pintura de frente que é a pintura no olho e no tronco,
Lei da Hierarquia são as figuras mais importantes que são representadas com dimensões superiores ás outras, e os temas são as cenas de vida do Quotidiano e cenas religiosas.
4. A escultura egípcia é quando o Faraó era representado por forma idealizado.

Sónia Figueiredo 7º8ª nº26 disse...

1. Os tipos de túmulos são as Mastabas, as Pirâmides que são as Pirâmides de degraus e Pirâmides de faces lisas, e os Hipogeus.
2.
3. A pintura egípcia continua com a lei da frontalidade, na pintura egípcia tem a pintura de perfil que e a pintura nas pernas, nos pés e no rosto e tem a pintura de frente que é a pintura no olho e no tronco,
Lei da Hierarquia são as figuras mais importantes que são representadas com dimensões superiores ás outras, e os temas são as cenas de vida do Quotidiano e cenas religiosas.
4. A escultura egípcia é quando o Faraó era representado por forma idealizado.

Patrícia F disse...

Patrícia Fonseca, 7º8ª, nº 20.
1: Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram: Mastabas, Pirâmides (pirâmide de degraus e pirâmide lisa)e o Hipogeu.
2: A altura da pirâmide de Quéops era de 146,60 metros mas atualmente é de 137,16 metros pois falta uma parte do seu topo e revestimento. A pirâmide de Quéfren mede 143 metros de altura. A pirâmide de Miquerinos media 66,44 metros e ocupava uma área de 11,807 metros quadrados, mas atualmente mede 62,18 metros.
3: A pintura egípcia seguia a lei da frontalidade e a da hierarquia (as figuras mais importantes eram representadas em dimensões superiores às das figuras menos importantes). Os temas eram cenas de vida do quotidiano e cenas religiosas.
4: A escultura egípcia seguia também a lei da frontalidade e o Faraó era representado de forma idealizada. Eram utilizados a pedra e o marfim para fazer essas esculturas.

Francisco Torres7º2ªNº13 disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvido pelos egípcios foram:os Mastaba(estrutura em pedra rectangular);as pirâmides de degraus=> pirâmides de faces lisas.(sobreposição de várias mastabas) e a pirâmide de faces lisas(pirâmides de Gizé).

2-A dimensão da pirâmide de Quéops é a mais alta e mede 146 metros que equivale a um prédio de 50 andares;
a de Miquerinos é a mais baixa das três e mede 65,5 metros.
3- A pintura egípcia tem 2 temas um é as cenas do quotidiano e a outra é as cenas religiosas;tem tambem a lei da frontalidade que é de frente =>olho e tronco e de perfil =>rosto,pés e pernas;e ainda tem mais um que é a lei da erarquia =>As figuras eram representadas em escalas e as mais importantes eram maiores.

4-A escultura egípcia era manter a lei da frontalidade,o faraó é representado da forma idealizada e tinham materiais=>Madeira e Pedra.

sabina neto nº25 7º8ª disse...

1-os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram as Mastabas (degraus), as pirâmides de degraus (várias mastabas), as pirâmides de faces lisas e os hipogeu (túmulos escavados na terra).

2-As dimensões das três pirâmides,Quéfren,Quéops e Miquerinos, como mostram o vídeo são de grandes dimensões todas com uma entrada com túneis/canais que vão dar à câmara da rainha e à câmara do faraó e em certas pirâmides a câmaras inacabadas que chegam a não ser usadas, também existem em certas pirâmides canais de ventilação que dão para o exterior como por exemplo na pirâmide Queóps com um corte transversal (no vídeo)que na entrada do lado norte tem 8 metros de altura, um corredor de entrada que vai ter a uma câmara inacabada que nunca chegou a ser usada e que tem mais de 100 metros de altura e duas condutas de ventilação da câmara do faraó para o exterior de 6 metros de altura.

3-a pintura egípcia respeitava a lei da frontalidade, isto é, era feita de perfil, os pés, as pernas e o rosto, era também feita de frente, o olho e o tronco. também respeitava a lei da hierarquia, ou seja, as figuras mais importantes são representadas com dimensões superiores às outras.

4-a escultura egípcia, como indica o nome são estátuas ou estatuetas que mantém a lei da frontalidade. o faraó era esculpido de forma idealizada, ou seja, não era real e eliminavam os seus defeitos e os materiais utilizados eram a pedra e madeira.

Alda Teixeira 7º2ª nº1 disse...

1- Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios são :
- Mastabas;
-Pirâmides de degraus ;
-Pirâmide de faces lisas ;
- Hipogeu.
2-
3- A pintura egipcias ta dividido em temas :
- Cenas do quotidiano;
-Cenas religiosas;
-Lei da frontalidade de frente e de perfil.
- Lei da hieraquia.
4- Na escultura egipcias mantêm a lei da frontalidade.
O faraó era representado de uma forma idealizada.
Os materiais utilizados era :
- Madeira
- Pedra

Duarte, nº 11 7º 2ª disse...

1-Haviam 4 tipos de sarcófagos:Mostaba, o primeiro tipo, com uma planta retangular, um poço de açesso para a câmara funerária que seria coberto com terra e a câmara funerária onde está o sarcófago; a pirâmide de degraus que seria várias mastabas empilhadas uma em cima das outras; a pirâmide de faces lisas, onde o faraó ficaria numa câmara perto do topo e a sua mulher principal seria posta noutra câmara abaixo da pirâmide e finalmente os hipogeus, escavados no interior duma montanha com a entrada coberta com rochas.

2-A pirâmide de Quéops seria a maior enquanto que a de Miquerinos é a mais pequena.

3-Contém maioritariamente cenas do dia-a-dia e cenas religiosas e obedece a 2 regras: A regra da frontalidade, onde os olhos e tronco têm de ser vistos de frente enquanto que o rosto, pés e pernas são vistos de perfil e a lei da hierarquia, que obriga a que, dependendo da posição na hierarquia de uma personagem, maior ela será representada.

4-As estátuas egípcias obedeceriam também à lei da frontalidade. Estas seriam realistas, excepto com o faraó, o qual seria idealizado. As estátuas seriam feitas de pedra e madeira.

Anónimo disse...

1.Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios erão:as Mastabas;piramides de degraus;piramides de fases lisas e tumulos escavados na rocha.
3.A pintura egípcia era Caracteriza pela lei da frontalidade ea lei da hierarquia.
4.A escultura egípcia era carcterizada pela lei da frontalidade e o farao era reprsentado de forma idial.




JOAO BRAS Nº13 7º9

Gonçalo Monteiro disse...

Gonçalo Monteiro Nº8 7º8ª

1-Eistiam 4 tipos de túmulos: As mastabas; as pirâmides; as pirâmides lisas e os hipogeus.
2-A pirâmide de Quéops mede 146 metros de altura; a pirâmide de Quéfren mede 143 metros de altura e por fim a de Miquerinos que mede 65,5 metros de altura.
3-A pintura egípcia tem que respeitar a lei da frontalidade e que normalmente pode ser de perfis que é visto de pernas, pés e rosto
também de frente que é olho e tronco.
4-A escultura egípcia mantém a lei da frontalidade, o Faraó era representado de forma idealizada, os materiaias utilizados são a pedra e a madeira.

João Lameiras disse...

1. Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios são as mastabas, as pirâmides e o hipogeu. As mastabas eram constituídas por uma estrutura rectangular em pedra à superfície, em seguida com um poço de acesso e por fim a câmara funerária, onde se encontrava o túmulo. As pirâmides tinham duas formas: pirâmides de degraus, que eram várias mastabas sobrepostas e a pirâmide lisa, composta por um túnel de acesso à câmara do faraó, e a câmara da Rainha, no subsolo. Os hipogeus foram construídos para tentar evitar os constantes assaltos que se verificava nos túmulos. Os hipogeus eram escavados numa rocha, e tinham um túnel de acesso à câmara funerária.~

2. As pirâmides de Quéops, Quefren e Miquerinos eram pirâmides lisas, rodeadas de pequenos túmulos onde eram colocados os restantes membros da família real e ainda os seus funcionários. A pirâmide mais alta é a de Quéops com uma altura de 146 metros, enquanto que a mais baixa é a de Miquerinos, com 65,5 metros.

3. Na pintura egípcia e nos baixos-relevos decorativos das paredes dos túmulos encontram-se cenas da vida quotidiana e religiosas. A representação da figura humana obedecia à lei da frontalidade e à lei da hierarquia. A lei da frontalidade caracteriza-se da seguinte forma: o rosto de perfil é completado por um olho visto de frente, os ombros iguais vistos de frente e as pernas e pé de perfil. Na lei da hierarquia, o tamanho das figuras correspondia à sua posiçao na sociedade, quanto mais importante tivesse sido, maior era o tamanho da figura. A figura do faraó era a maior de todas, evidenciando assim a sua superioridade.

4. A escultura também obedecia à lei da frontalidade e à lei da hierarquia. Os materias utilizados eram pedra ou madeira. Quando a figura era representada de pé, a ideia de movimento era representada pelo avanço de uma das pernas. As estátuas das classes inferiores eram representadas com algum realismo, enquanto o faraó era representado de forma idealizado, pois sando um rei-deus as suas imperfeições humanas eram ignoradas.

João Lameiras
7º8º
nº 10

Patrícia Correia nº25 7º2ª disse...

1. Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram a Mastaba, as Pirâmides
e o Hipogeu.
2. A Pirâmide mais alta (Quéops) mede 146 m., a pirâmide (Quéfren) mede 143 m. e por fim a pirâmide mais baixa das três (Miquerinos) mede 65,5 m.
3. A pintura egípcia podia ser de cenas do quotidiano ou de cenas religiosas.
4. A escultura egípcia era composta por estátuas ou estatuetas de pedra ou madeira, mantinha a lei da frontalidade e o Faraó era representado de forma idealizada.

Patrícia Correia nº25 7º2ª disse...

1. Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram a Mastaba, as Pirâmides
e o Hipogeu.
2. A Pirâmide mais alta (Quéops) mede 146 m., a pirâmide (Quéfren) mede 143 m. e por fim a pirâmide mais baixa das três (Miquerinos) mede 65,5 m.
3. A pintura egípcia podia ser de cenas do quotidiano ou de cenas religiosas.
4. A escultura egípcia era composta por estátuas ou estatuetas de pedra ou madeira, mantinha a lei da frontalidade e o Faraó era representado de forma idealizada.

Rodrigo Esteves 7º 9ª nº25 disse...

1.Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram: mastabas(estrutura de pedra rectangular), pirâmides de degraus(constituidas por mastabas sobrepostas)e as pirâmides de faces lisas.

2.A pirâmide Queóps tem 146m de altura e a Miquerinos tem 65,5m de altura.

3.A pintura egípcia localizava-se habitualmente nas paredes dos túmulos, representando episódios da vida quotidiana e tambem cenas religiosas.

4.A escultura egípcia foi muito executada em madeira ou pedra.
Encontradas nas câmaras funerárias representavam faraós, servos e alguns familiares.

Anónimo disse...

1- Os tipos de tumulos que foram desenvolvidos pelos egipcios sao as piramides lisas as piramides de mastabas e as priramides de degraus.

2- quéops 21316 metros quadrados
quéfren 20449 metros quadrados
miquerinos 4290,25 metros quadrados

3-feita para caracterizar episodios das suas vidas e contem cenas religiozas que procuram assegurar ao defunto.

4- feitas em pedra ou madeira encontram-se dentro das camaras funerarias que representavam faraos os seus familiares e servos.

Rita Pereira nº23 7º9ª disse...

1. Os túmulos e as mastabas.

2- A Pirâmide de Quéops (ou Khufu), também conhecida como a Grande Pirâmide, foi construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C. (século XXVI a.C.). É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas actualmente é de 137,16 m, pois falta parte do seu topo e o revestimento.

3. A pintura do Antigo Egipto significou um ressurgimento da pintura, muitos anos após às pinturas rupestres. No Antigo Egipto, os artistas estavam mais interessados na arquitectura e na escultura, por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
4.4.-A escultura do Antigo Egipto foi demarcada na antiguidade sobretudo pela sua grande dimensão associada à arquitectura, pelo relevo descritivo (hieróglifos), pelo busto e pela estatuária de pequenas dimensões onde dominam não só as representações de deuses e faraós, como também de animais. Também a joalharia oferece exemplares de grande qualidade, assim como os objectos do quotidiano e mobiliário.

Patricia Ruivo nº19 disse...

1. Os túmulos e as mastabas.

2- A Pirâmide de Quéops (ou Khufu), também conhecida como a Grande Pirâmide, foi construída para ser a tumba do Faraó Quéops da quarta dinastia, cujo reinado se estendeu de 2551 a 2528 a.C. (século XXVI a.C.). É a maior das três pirâmides de Gizé: sua altura original era de 146,60 metros, mas actualmente é de 137,16 m, pois falta parte do seu topo e o revestimento.

3. A pintura do Antigo Egipto significou um ressurgimento da pintura, muitos anos após às pinturas rupestres. No Antigo Egipto, os artistas estavam mais interessados na arquitectura e na escultura, por isso muitas das pinturas que ainda permanecem são decorações de tumbas.
4.4.-A escultura do Antigo Egipto foi demarcada na antiguidade sobretudo pela sua grande dimensão associada à arquitectura, pelo relevo descritivo (hieróglifos), pelo busto e pela estatuária de pequenas dimensões onde dominam não só as representações de deuses e faraós, como também de animais. Também a joalharia oferece exemplares de grande qualidade, assim como os objectos do quotidiano e mobiliário.

João Miguel Félix Serrano Nº20 Tª 7º2ª disse...

1. Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos foram: A mastaba, (constituido por uma estrutura retangular, um poço de acesso coberto por terra e a câmara funerária) a pirâmide de degraus, (estrutura em pedra) a pirâmide de faces lisas (com a câmara do Faraó, o poço de acesso e a câmara da rainha) e o hipogeu (com um poço de acesso e a câmara funerária cravada na rocha).

3. A pintura era feita na madeira ou na pedra e eram pintadas cenas da vida quotidiana ou cenas religiosas e obedecia à lei da frontalidade (de frente: olho, ombros e tronco e de perfil: rosto, pés e pernas) e lei da hierarquia (as figuras são representadas em diferentes escalas e as mais importantes são maoires. O Faraó era representado com dimensões incomparáveis com qualquer pessoa de forma a mostrar a sua superioridade.)

4. A escultura obedece também às leis da frontalidade e da hierarquia. Os materiais usados na escultura eram a madeira ou a pedra. Quando a escultura era representada em pé para dar a ideia de movimento, uma das pernas tinha de estar colocada em avanço em relação à outra. As estatuetas das classes inferiores eram esculpidas com certo realismo e a do Faraó era realizada de forma idealizada, sendo o Rei dos Deuses, não mostrando nenhuma imperfeição.

Mariana Dragão 7º 9ª disse...

1.Os túmulos são mastaba e uma que se escava na rocha.

2.As dimensões são : Qéups-mede 146m;
quéfren-mede 143m; miquerinos-mede 65,5.

3. É uma pintura essencialmente simbólica, que segue rígidos padrões de representação, como a lei da frontalidade.

4.A escultura do Antigo Egipto foi demarcada na antiguidade sobretudo pela escultura de grandes dimensões associada à arquitectura, pelo relevo descritivo (hieróglifos), pelo busto e pela estatuária de pequenas dimensões onde dominam não só as representações de deuses e faraós, como também de animais.



Mariana Dragão n 17 t 7º9ª

Monique, nº19/turma 7º9 disse...

Respostas:

1.Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram as mastabas(estrutura em pedra rectangular), pirâmides de degraus(sobreposição de várias mastabas) e pirâmides de faces lisas.
2.As dimensões das pirâmides de Quéops é 146.60 metros mas actualmente é de 137.16 metros ,a de Quéfren é de 143metros e a de Miquerinos é 66.44metros mas actualmente é de 62.18metros.
3.A pintura egípcia encontram-se essencialmente episódios da vida quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defundo, no mundo dos mortos uma existência semelhante à vida terrena.
4.A escultura egípcia são produzidas em pedra ou madeira. Encontradas no interior das câmaras funerárias, representavam faraós e os seus familiares e servos.

João Bruno 7º 2º nº19 disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvido pelos egípcios foram os túmulos mastabas que eram de forma rectangular,as pirâmides de degraus que eram sobreposição de mastabas(pedras rectangulares)e as pirâmides de faces lisas que em vês de serem sobrepostas em mastabas eram todas de faces lisas.
2-As dimensões da pirâmide de Miquerinos é de 65,5m e de Quéops é de 146m.
3-As caracteristicas da pintura egípcia era os seus temas eram de cenas do quatidiano e de cenas religiosas,as pinturas tinham de ter a lei da frontalidade que era procuram representar a figura humana o mais completa possível com elementos de perfil e de frente
e tambem possui a lei da henarquia
que era a representação das figuras em deferentes escalas e as mais importantes eram as maiores.
4-As caracteristicas da escultura egípcia era o faraó representadp de forma iidializada,os materiais utilizados eram a pedra e a madeira e tambem mantia a lei dab frontalidade.

João Bruno 7º 2º nº19 disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvido pelos egípcios foram os túmulos mastabas que eram de forma rectangular,as pirâmides de degraus que eram sobreposição de mastabas(pedras rectangulares)e as pirâmides de faces lisas que em vês de serem sobrepostas em mastabas eram todas de faces lisas.
2-As dimensões da pirâmide de Miquerinos é de 65,5m e de Quéops é de 146m.
3-As caracteristicas da pintura egípcia era os seus temas eram de cenas do quatidiano e de cenas religiosas,as pinturas tinham de ter a lei da frontalidade que era procuram representar a figura humana o mais completa possível com elementos de perfil e de frente
e tambem possui a lei da henarquia
que era a representação das figuras em deferentes escalas e as mais importantes eram as maiores.
4-As caracteristicas da escultura egípcia era o faraó representadp de forma iidializada,os materiais utilizados eram a pedra e a madeira e tambem mantia a lei dab frontalidade.

Joana Fernandes Nº17 7º2ª disse...

1. Os tipos de tumulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram as mastabas, as pirâmides e os hipogeus.
3. A pintura egípcia representa cenas do quotidiano e cenas religiosas. Na lei da frontalidade, de frente fica o olho e o tronco, e de perfil fica o rosto, os pés e as pernas. Na lei da hierarquia as figuras são representadas em diferentes escalas. as mais importantes são maiores.
4. A escultura egípcia mantém a lei da frontalidade, e o faraó e representado de forma idealizada. Os materiais utilizados são a madeira e a pedra

Joana Fernandes Nº17 7º2ª disse...

1. Os tipos de tumulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram as mastabas, as pirâmides e os hipogeus.
3. A pintura egípcia representa cenas do quotidiano e cenas religiosas. Na lei da frontalidade, de frente fica o olho e o tronco, e de perfil fica o rosto, os pés e as pernas. Na lei da hierarquia as figuras são representadas em diferentes escalas. as mais importantes são maiores.
4. A escultura egípcia mantém a lei da frontalidade, e o faraó e representado de forma idealizada. Os materiais utilizados são a madeira e a pedra

Joana Fernandes Nº17 7º2ª disse...

2. Dimensões de Quéops:-entrada 8 metros, corredor 10 metros, condutas de ventilação 76 metros.
Dimensões de Quéfren:-143 metros de altura.
Dimensões de Miquerinos:-58 metros de altura

Joana Fernandes Nº17 7º2ª disse...

2. Dimensões de Quéops:-entrada 8 metros, corredor 10 metros, condutas de ventilação 76 metros.
Dimensões de Quéfren:-143 metros de altura.
Dimensões de Miquerinos:-58 metros de altura

Sofia 7º9ª nº26 disse...

1- Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios, são as mastabas, as pirâmides de degraus, as pirâmides de faces lisas, e os hipogeus.

2- A dimensão da pirâmide de Quéops é de 146m, a dimensão da pirâmide de Miquerinos é de 65,5m e a de Quéfren é de 136,69m.

3- A pintura egípcia servia para assegurar ao morto no mundo dos mortos, uma existência parecida à vida terrestre.A pintura era representada em forma humana, assim seguia a lei da frontalidade, pondo assim de frente o olho e o tronco, e de perfil o rosto, as pernas e os pés. Também seguia a lei da hierarquia, assim as figuras mais importantes (como por exemplo o faraó) eram sempre representadas em tamanho maior.A pintura egípcia costumava seguir como temas cenas de quotidiano e cenas religiosas.

4- A escultura egípcia seguia a lei da frontalidade colocando assim o tronco surge de frente com os braços caídos e as mãos fechadas, e quando a escultura representava o faraó, este aparecia sempre de forma ideal.

Anónimo disse...

1. As mastabas, as pirâmides (de degraus ou lisas) e os hipogeus (túmulos escavados na rocha).
2. A pirâmide de Quéops tinha como sua altura original 146,60 m, tendo atualmente 137,16 m. A pirâmide de Quéfren tem 143 m de altura. A pirâmide de Miquerinos tinha como seu tamanho original 66 m e 44 centímetros, tendo atualmente 62 m e 18 centímetros.
3. A pintura egípcia teria de respeitar a lei da frontalidade (perfil: rosto, pernas e pé; frente: olho e tronco) e a lei da hierarquia (as figuras mais importantes eram representadas com dimensões superiores às outras, sendo os temas das figuras representadas as cenas da vida do quotidiano e religiosas.
4. A escultura egípcia respeitaria também a lei da frontalidade e o faraó era representado de forma idealizada. As esculturas eram feitas de pedra e madeira.

Maria Grenho, Nº14, 7º8ª

Luís Lopes nº12 7º 8ª disse...

1. Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram as mastabas, as pirãmides (podem ser de degraus ou lisas) e os hipogeus (túmulos escavados na rocha).

2. A pirâmide de Quéops tinha como altura original 146 m e 60 cm e actualmente de 137 m e 16 cm.
A pirâmide de Quéfren mede agora 143 metros de altura, e a pirâmide de Miquerinos media 66 m e 44 cm quando foi construída e mede agora 62 m e 18 cm.

3. A pintura egípcia respeitava a lei da frontalidade (perfil: pernas , pé e rosto, e frente: olho e tronco).
As figuras mais importanates eram também representadas com dimensões superiores às outras.

4. A escultura também respeitava a lei da frontalidade.
O faraó era representado de forma idealizada.
As esculturas egípcias eram feitas de pedra ou de madeira.

Pedro Esteves nº26 7º 2ª disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram a mastaba,a pirâmide de degraus,pirâmide de faces lisas e o hipogeu.

2-A pirâmide de Quéops tinha 146,6 metros de altura(mas na atualidade mede 137,16) .A pirâmide de Quéfren mede 143 metros de altitude e a pirâmide de Miquerinos 66 metros.

3-Nas pinturas decorativas das paredes dos túmulos encontram-se,essencialmente,episódios da via quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto,no mundo dos mortos,uma existência semelhante à vida terrena.A representação da figura humana obedecia a uma lei chamada a lei da frontalidade e também ainda à lei da hierarquia.A lei da frontalidade era a lei que obrigava os egípciosa desenhar as figuras de frente e de perfil.A lei da hierarquia obrigava os egípcios a representar as figuras de diferentes escalas(as figuras mais importantes eram representadas com um tamanho maior).

4-A escultura manteve a lei da frontalidade,o faraó começou a ser representado de forma idealizada e começaram também a usar-se outros materiais como pedra e madeira.

Pedro Esteves nº26 7º 2ª disse...

1-Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram a mastaba,a pirâmide de degraus,pirâmide de faces lisas e o hipogeu.

2-A pirâmide de Quéops tinha 146,6 metros de altura(mas na atualidade mede 137,16) .A pirâmide de Quéfren mede 143 metros de altitude e a pirâmide de Miquerinos 66 metros.

3-Nas pinturas decorativas das paredes dos túmulos encontram-se,essencialmente,episódios da via quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto,no mundo dos mortos,uma existência semelhante à vida terrena.A representação da figura humana obedecia a uma lei chamada a lei da frontalidade e também ainda à lei da hierarquia.A lei da frontalidade era a lei que obrigava os egípciosa desenhar as figuras de frente e de perfil.A lei da hierarquia obrigava os egípcios a representar as figuras de diferentes escalas(as figuras mais importantes eram representadas com um tamanho maior).

4-A escultura manteve a lei da frontalidade,o faraó começou a ser representado de forma idealizada e começaram também a usar-se outros materiais como pedra e madeira.

luis toste/nº22 7º2ª disse...

1-Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram a mastaba que era um bloco retangular de "lama seca" que por baixo era escavado o poço de acesso e mais abaixo a câmara funerária que continha o sarcófago(caixa feita de madeira que tinha as dimensões de um humano que era o faraó).
A pirâmide de degraus que é uma sobreposição de mastabas, a estrutura é toda em pedra e tinha um poço de acesso e a câmara funerária debaixo dos blocos.
A pirâmide de faces lisas tinha dois poços de acesso um na parte de cima da pirâmide que ia dar acesso a câmara onde o faraó jazia e outra mais abaixo onde a rainha príncipes e pessoas da corte jaziam.
E os hipogeus que eram cavados em montanhas e eram feitos para a corte e família do faraó.

2-A pirâmide de Queóps tem 146,6 metros atualmente só 137,16 metros e tem uma estimativa de 31200000.
A pirâmide de Quéfren tem 143 metros.
A pirâmide de Miquerinos é a menor das três pirâmides e mede 62 metros

3-Os temas da pintura são cenas do quotidiano e cenas religiosas que obdeciam a lei da frontalidade que era poder ver-se a pessoa de perfil e de frente e a lei da hierarquia que é as figuras mais importantes eram representadas em maior escala.

4-A escultura mantém a lei da frontalidade e o faraó é representado de forma idealizada, pois o faraó era um Deus-humano e não representa defeitos humanos.
utilizava-se madeira e pedra nas esculturas

Joana Frazao7º2ª disse...

1.Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram: a mastaba, a pirâmide e o hipogeu.
2.Quéops-137,16 m ;Quéfren-143 metros ;Miquerinos-62 metros e 18 centímetros.
3.É uma pintura essencialmente simbólica, que segue rígidos padrões de representação, como a lei da frontalidade.
4.estatuetas representando deuses e deusasda religião politeísta egípcia.

Rafael Ramires nº27 7º 2ª disse...

1.-Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos os egípcios foram:
-Mastaba: Estrutura em pedra com forma de um paralelepípedo, com uma parte subterrada onde se encontra o sarcófago, na parte superior há uma câmara onde se colocam as prendas e ao lado outra câmara com uma estátua do morto.
-Pirâmides de degraus: Consiste na sobreposição de mastabas e no seu interior a baixo da terra coloca-se um tumulo que nunca era utilizado e na parte superior o tumulo do faraó e em baixo dele o tumulo da rainha.
-Pirâmides de faces lisas: Tumulo com a mesma estrutura interior das pirâmides de degraus mas com as faces laterais lisas.
-Hipogeus: Consiste numa escavação por dentro de uma montanha onde se constroem uma câmara com o sarcófago.

2.-As dimensões das pirâmides de Quéops tinham de altura 146,6 metros mas actualmente medem 137,16metros de altura, já as pirâmides de Quéfren medem 143 metros de altura por ultimo as pirâmides de Miquerinos mediam originalmente 66,44 metros mas posteriormente o seu tamanho foi reduzido a 62,18 metros.

3.-A pintura egípcia caracteriza-se por ser feita em paredes no fundo dos túmulos e representarem cenas do quotidiano ou religiosas obedecem a duas leis principais a lei da frontalidade que se subdivide em dois modos, de frente (onde é representado em maior pormenor o olho e o tronco), ou de perfil (onde é representado com maior pormenor o rosto, os pés e as pernas), também obedecem á lei de hierarquia onde quanto mais importante fosse a pessoa maior era a sua representação por desenho.

4.-A escultura obedecia tal como a pintura a duas leis principais a lei da frontalidade que se subdivide em dois modos, de frente (onde é representado em maior pormenor o olho e o tronco), ou de perfil (onde é representado com maior pormenor o rosto, os pés e as pernas), também obedecia á lei de hierarquia onde quanto mais importante fosse a pessoa maior era a sua representação por estátua. Quando queriam que a personagem representada parecesse em movimento colocavam uma das suas pernas adietada em relação á outra.

Mariana Charuto disse...

1-Os tipos de túmulos desenvolvidos pelos egípcios foram: a Mastaba, que consistia numa estrutura rectangular com um poço de acesso até uma câmara funerária onde se encontrava o sarcófago; a Pirâmide de Degraus, que consistia em varias Mastabas sobrepostas; a Pirâmide de Faces lisas, que consistia numa pirâmide feita de pedra onde no seu interior estava uma câmara com o sarcófago do Faraó e num patamar abaixo do solo uma câmara com o sarcófago da rainha; havia ainda o Hipogeu, que era uma “gruta” escavada na rocha até ao subsolo onde tinha a câmara funerária e o sarcófago.

2-As pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos (Também conhecidas como pirâmides de Gizé) tinham as seguintes dimensões: uma altura de 148 m, a base quadrada de 230 m de comprimento e inclinam-se num ângulo de 51.52.29 graus.

3-A pintura egípcia podia retratar acontecimentos de quotidiano ou religiosos, tinha também de obedecer a duas leis: a lei da frontalidade (onde o olho e o tronco da figura aparecem de frente, e os pés, rosto e pernas estão de perfil) e a lei da hierarquia(as figuras são representadas em escalas maiores ou menores segunda a sua importância, quanto mais importante maior).

4-A escultura egípcia, tal como a pintura, segue a lei da frontalidade (onde o olho e o tronco da figura aparecem de frente, e os pés, rosto e pernas estão de perfil),o Faraó é representado de forma idealizada (todos os “defeitos” são “retirados”) e podiam ser feitas de madeiro ou de pedra.

Mariana Charuto, nº24, 7º2ª

Fábio Ferreira 7º2 nº12 disse...

1-mastaba;hipogeu.
2-Queóps mede 146 m miquerinos mede 65,5 m.
3-cenas do quotidiano,cenas religiosas,lei da frontalidade;de frente:olhos e tronco.De perfil:rosto pés e pernas.
4-mantem a lei da frontalidade,o faraó e representado de uma forma idealizada materiais utilizados madeira pedra arte decorativa ourivesaria hebreus mesopotania pastores nómada 1800a.c.

gonçalo palmeira 7 2 disse...

1.Os túmulos desenvolvidos pelos egípcios eram: - as mastabas estas eram construções rectangulares de tijolos de lama seca ao sol , eram uma versão arquitectónica dos túmulos pré-históricos, embora por vezes também servissem de celeiro.
-as pirâmides de degraus como a famosa pirâmide de Sacará que é a mais antiga construção de pedra que se conhece, desenhada pelo arquitecto Imhotep para o rei Zoser.
-as pirâmides de fazes lizas são monumentos de alvenaria construídos no Antigo Egito. Como o nome indica, são formandas por uma base quadrada de quatro faces triangulares que convergem para um vértice.
-os Hipogeus Hipogeu é uma palavra grega e significa "debaixo da terra". Era, portanto um túmulo subterrâneo. A maior parte destes túmulos foram descobertos e saqueado.
Um único hipogeu que chegou quase intacto aos nossos tempos é o de Tutankhamon, foi descoberto em 1922 pelo arqueólogo inglês Howard Carter.
2.As pirâmides de Gizé consistem em 3 pirâmides a mais alta de Queóps tem 146 m(equivalente a um prédio de 50 andares) enquanto a mais baixa mede 65,5 m,foram mandadas construir pelos faraós Quéops,Quéfren e Miquerinos.
3.As pinturas normalmente retratavam cenas do quotidiano e religiosas que tinham como objectivo evocar a vida do defunto.Os artistas egípcios usavam a lei da frontalidade que consistia em representar a figura humana o mais possível ou seja representando a figura de frente e/ou de perfil, os artistas egípcios também usavam a lei da hierarquia esta lei consistia nas figuras com maior importância social serem representados com uma maior escala.
4.As esculturas egípcias podiam ser de madeira ou pedra, mantinham a lei da frontalidade
e representava de forma idealizada o faraó.

gonçalo palmeira 7 2 disse...

1.Os túmulos desenvolvidos pelos egípcios eram: - as mastabas estas eram construções rectangulares de tijolos de lama seca ao sol , eram uma versão arquitectónica dos túmulos pré-históricos, embora por vezes também servissem de celeiro.
-as pirâmides de degraus como a famosa pirâmide de Sacará que é a mais antiga construção de pedra que se conhece, desenhada pelo arquitecto Imhotep para o rei Zoser.
-as pirâmides de fazes lizas são monumentos de alvenaria construídos no Antigo Egito. Como o nome indica, são formandas por uma base quadrada de quatro faces triangulares que convergem para um vértice.
-os Hipogeus Hipogeu é uma palavra grega e significa "debaixo da terra". Era, portanto um túmulo subterrâneo. A maior parte destes túmulos foram descobertos e saqueado.
Um único hipogeu que chegou quase intacto aos nossos tempos é o de Tutankhamon, foi descoberto em 1922 pelo arqueólogo inglês Howard Carter.
2.As pirâmides de Gizé consistem em 3 pirâmides a mais alta de Queóps tem 146 m(equivalente a um prédio de 50 andares) enquanto a mais baixa mede 65,5 m,foram mandadas construir pelos faraós Quéops,Quéfren e Miquerinos.
3.As pinturas normalmente retratavam cenas do quotidiano e religiosas que tinham como objectivo evocar a vida do defunto.Os artistas egípcios usavam a lei da frontalidade que consistia em representar a figura humana o mais possível ou seja representando a figura de frente e/ou de perfil, os artistas egípcios também usavam a lei da hierarquia esta lei consistia nas figuras com maior importância social serem representados com uma maior escala.
4.As esculturas egípcias podiam ser de madeira ou pedra, mantinham a lei da frontalidade
e representava de forma idealizada o faraó.

gonçalo palmeira 7 2 disse...

1.Os túmulos desenvolvidos pelos egípcios eram: - as mastabas estas eram construções rectangulares de tijolos de lama seca ao sol , eram uma versão arquitectónica dos túmulos pré-históricos, embora por vezes também servissem de celeiro.
-as pirâmides de degraus como a famosa pirâmide de Sacará que é a mais antiga construção de pedra que se conhece, desenhada pelo arquitecto Imhotep para o rei Zoser.
-as pirâmides de fazes lizas são monumentos de alvenaria construídos no Antigo Egito. Como o nome indica, são formandas por uma base quadrada de quatro faces triangulares que convergem para um vértice.
-os Hipogeus Hipogeu é uma palavra grega e significa "debaixo da terra". Era, portanto um túmulo subterrâneo. A maior parte destes túmulos foram descobertos e saqueado.
Um único hipogeu que chegou quase intacto aos nossos tempos é o de Tutankhamon, foi descoberto em 1922 pelo arqueólogo inglês Howard Carter.
2.As pirâmides de Gizé consistem em 3 pirâmides a mais alta de Queóps tem 146 m(equivalente a um prédio de 50 andares) enquanto a mais baixa mede 65,5 m,foram mandadas construir pelos faraós Quéops,Quéfren e Miquerinos.
3.As pinturas normalmente retratavam cenas do quotidiano e religiosas que tinham como objectivo evocar a vida do defunto.Os artistas egípcios usavam a lei da frontalidade que consistia em representar a figura humana o mais possível ou seja representando a figura de frente e/ou de perfil, os artistas egípcios também usavam a lei da hierarquia esta lei consistia nas figuras com maior importância social serem representados com uma maior escala.
4.As esculturas egípcias podiam ser de madeira ou pedra, mantinham a lei da frontalidade
e representava de forma idealizada o faraó.

Glória Mvemba, nº7 7º8 disse...

1)Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios foram:mastabas,pirâmides e hipogeus.

2)A Pirâmide de Quéops tem mais de 146 metros de altura,a Pirâmide de Quéfren mede 143 metros e a pirâmide de Miquerinos mede 62,18metros.

3)

4)

Afonso Venes Rocha, 7º2ª, nº18 disse...

1.Identifica os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios.
As crenças dos egípcios implicavam que os túmulos tivessem sempre a mesma estrutura, independentemente da sua arquitectura. Tinham dois elementos fundamentais: uma sala de oferendas aberta e o jazigo onde repousavam as múmias.
Durante o 3º milénio a.C., construíram-se mastabas, pirâmides em degraus e pirâmides de faces lisas.
As mastabas foram os primeiros túmulos construídos pelos Egípcios. Tinham a forma de um tronco de pirâmide (como se cortássemos a parte superior de uma pirâmide). No centro situava-se um poço que comunicava com a câmara funerária. Depois de se descer o sarcófago com o morto, a câmara era selada e o poço de acesso bloqueado.
O faraó Djoser, da III dinastia, cujo reinado se estendeu aproximadamente entre 2630 e 2611 a.C., foi o responsável pela construção de um túmulo totalmente em pedra, material que até aquela época era usado apenas em partes isoladas das construções.
Sobrepondo seis mastabas progressivamente menores, ergueu-se a primeira pirâmide de degraus.
Para dificultar as violações e os roubos do recheio dos túmulos, os faraós do 2º milénio a.C., começaram a construir sepulturas subterrâneas em lugares escondidos. Estes novos túmulos, escavados na própria rocha, são chamados hipogeus.
2. Indica as dimensões das pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.
Construídas há cerca de 4500 anos, aproximadamente entre 2650 e 2550 a.C., as pirâmides de Gisé foram feitas para três reis da IV dinastia do Egipto: Quéops, Quéfren e Miquerinos, que eram respectivamente pai, filho e neto.
A Pirâmide de Quéops, conhecida como a Grande Pirâmide, é o monumento mais pesado que já foi construído pelo homem. A sua altura original era de 146 m. de altura Cada lado da base quadrada tinha cerca de 230 m. de comprimento
A altura original da pirâmide de Quéfren era de 143,5 m., tendo cada lado da sua base quadrada 215 m. de comprimento.
A pirâmide de Miquerinos é a mais pequena das três pirâmides em termos de tamanho, pois tem apenas 66,5 m. de altura, e cada lado da sua base quadrada mede 108.5 m. de comprimento.

Afonso Venes Rocha, 7º2ª, nº18 disse...

3. Caracteriza a pintura egípcia.

A pintura egípcia possui as suas próprias regras, regidas por apreciações de carácter religioso, social e estético.
A componente religiosa das pinturas, fazia com que as mesmas não fossem meros ornamentos, mas sim procurassem retratar uma existência semelhante à vida terrena.
A sua característica social exigia que quanto mais importante fosse uma personagem maior deveria ser o seu tamanho, como forma de evidenciar a sua superioridade, o que originava que o faraó fosse sempre retratado em grandes dimensões.
As personagens são geralmente representadas de perfil e quando estão voltadas para a direita, não podem avançar senão o braço e o pé esquerdos, caso contrário as linhas do corpo cruzar-se-iam e prejudicariam a harmonia e a elegância do desenho.
Os artistas egípcios tinham como objectivo retratar a glória dos Deuses, dos faraós e dos seus cortesãos, por esse motivo a representação da figura humana obedecia à chamada lei da frontalidade, representando as partes do corpo na posição que melhor as caracteriza: olho de frente, cabeça de perfil, mãos a toda a largura do corpo e pés de perfil.

4. Caracteriza a escultura egípcia.

No seu conjunto, a escultura egípcia é uma arte prática, de carácter religioso e funerário. As estátuas eram esculpidas em quantidades numerosas, com a finalidade de ficar dentro dos túmulos. Atingiu o seu desenvolvimento máximo com os sarcófagos, esculpidos em pedra ou madeira.
Os artistas procuravam reproduzir com exactidão as feições dos mortos, como forma de facilitar o trabalho da alma na busca do seu corpo. Para maior perfeição do trabalho, embutiam nos olhos, pupilas de cristal ou de esmalte branco. De um modo geral, nas esculturas de sarcófagos predominavam a “frontalidade” (o corpo apresentado de frente), a “verticalidade” (o tronco e o pescoço na posição vertical), e a “simetria” (divisão da obra em duas partes, através de uma linha).
Raramente as figuras fugiam à postura sagrada; quando indicavam algum movimento, apresentavam a perna esquerda em posição de avanço.
A escultura egípcia pretendeu retratar a eternização do homem. A estatuária desenvolveu um processo de representação que pudesse preservar a imagem do Faraó ou de nobres importantes após a morte. É orientada pelo sentido de imortalidade, eternidade: convencional e monótona.

Beatriz Pinto nº6 disse...

Beatriz Pinto nº6 7º2ª
1-Os tipos de túmulos são: Mastabas,pirâmides de degraus e pirâmides de faces lisas.
2-*
3-A pintura egípcia são episódios da vida quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto,no mundo dos mortos.
4-A escultura egípcia produzia um grande número de estátuas e estatuetas de pedra ou de madeira que eram encontradas no interior de câmaras funerárias que representavam faraós os seus familiares e servos.
*-não sei responder.

Mariana Vidreiro nº23 7º2ª disse...

Mariana Vidreiro nº23 7º2ª
1-Os tipos de Túmulos são: Mastabas , pirâmides de degraus e pirâmides de faces lisas.
2-*
3-A pintura egípcia são episódios da vida quotidiana e cenas religiosas que procuram assegurar ao defunto, no mundo dos mortos.
4 -A escultura egípcia é um grande numero de estátuas e estatuetas de pedra ou de madeira,encontradas no interior das câmaras funerárias representavam faraós e os seus servos.
*Não sei a remposta.

Ana Margarida Mataloto disse...

Trabalho de casa:

1) Os tipos de túmulos que foram desenvolvidos pelos egípcios são:

- Mastaba- era constituído por uma estrutura de pedra, um poço de acesso, camara funerária e o sarcófago.

- Pirâmide de degraus- era constituída por uma estrutura de pedra.

- Pirâmide de faces lisas- era constituída por uma camara do faraó, e mais abaixo a camara da rainha.

- Hipogeu- era constituída por um poço de acesso e uma camara de funerária.


3)A pintura egípcia é caracterizada por ter dois temas( as cenas do quotidiano e as cenas religiosas) era também caracterizada pela LEI DA FRONTALIDADE que podia ser de frente( que"apanha" o tronco e um olho)e de perfil( que"apanha" o rosto, os pés e as pernas); também é caracterizada pela LEI DA HIERARQUIA que significa que as figuras são representadas em diferentes escalas( as mais importantes são maiores).


4) A escultura egípcia é caracterizada por manter a lei da frontalidade, pelo faraó ser representado de forma muito idealizada. Os materiais utilizados são:
- madeira;
- pedra;
Uma das artes decorativas é a orivesaria.


Ana Margarida Mataloto
Nº2
7º2ª

On line



Projecto da responsabilidade de Carlos Jorge Canto Vieira


Marcadores

Seguidores

Hoje na História

Pesquisar neste blogue

A carregar...